IKEA investe 8,5 milhões de euros em benefícios para colaboradores

A IKEA Portugal vai iniciar 2024 com um investimento de 8,5 milhões de euros em aumentos salariais e bónus de desempenho, premiando a dedicação e a competência dos seus colaboradores, depois de mais um ano repleto de desafios. Este investimento estende-se a todos os colaboradores do Grupo Ingka – grupo detentor da IKEA Portugal e responsável pela operação de retalho (lojas IKEA, Centro de Apoio ao Cliente e centros comerciais MAR Shopping), reforçando o seu compromisso de promover um melhor dia-a-dia para a maioria das pessoas, dentro e fora da empresa. 

Inspirada por uma visão poderosa e uma cultura de empresa totalmente focada nas pessoas, a IKEA Portugal tem feito uma forte aposta na melhoria dos salários, dos benefícios e das condições de trabalho dos seus colaboradores. Este caminho atinge agora um novo marco, com um investimento de mais de oito milhões de euros em atualizações salariais e benefícios, garantindo um salário de entrada consideravelmente acima do salário mínimo nacional (1.000 euros x 14 meses, mais subsídio de alimentação), e aplicando uma parte significativa deste investimento na melhoria das condições daqueles que já trabalhavam na empresa. Com isto, a IKEA Portugal pretende premiar e recompensar o contributo diário de quem tem vestido a camisola da empresa ao longo destes anos. O valor do subsídio de alimentação também sofrerá um aumento líquido, de um euro por dia, complementando aquela que é a oferta atual da IKEA para os seus colaboradores, com um restaurante exclusivo a preços reduzidos.

Serão também atualizados e melhorados outros benefícios, como os seguros de vida e de saúde para colaboradores efetivos, o alargamento dos prazos de baixa parental (tanto para mães como para pais), o serviço de apoio médico interno e o programa de apoio social de emergência.

No seguimento dos resultados financeiros positivos, registados no ano fiscal anterior, todos os colaboradores da IKEA elegíveis receberão um bónus anual de performance – One IKEA Bonus –, correspondente a aproximadamente um mês de salário (entre 85% e 145%, dependendo da performance de cada unidade).

O Grupo Ingka alocará ainda 103 milhões de euros ao fundo global de pensões «Tack!» («obrigado», em sueco). Este fundo é distribuído entre todos os países onde o Grupo Ingka está representado. Em cada um destes mercados, todos os colaboradores elegíveis que tenham trabalhado para o grupo durante cinco ou mais anos receberão uma mesma contribuição extra para o seu fundo de pensões, independentemente do cargo ou da posição que ocupem. Os colaboradores em regime de part-time receberão uma contribuição proporcional, ajustada ao número de horas trabalhadas.

Na IKEA Portugal, a política de compensações e benefícios insere-se numa estratégia de longo prazo, com mais de 90% de colaboradores com contratos permanentes de trabalho, e sem qualquer disparidade salarial entre homens e mulheres.

Eliska Novotná, country people and culture manager na IKEA Portugal, assinala: «A IKEA tornou-se uma marca próxima e familiar para muitos portugueses, sendo parte integrante da sua vida em casa e do seu dia-a-dia. O que talvez muitas pessoas não saibam é que trabalhar na IKEA é fazer parte de uma equipa e de uma cultura absolutamente únicas. Ao longo dos últimos anos, temos feito um grande esforço para garantir cada vez melhores compensações, benefícios e condições de trabalho para os nossos colaboradores. Estamos comprometidos em criar um ambiente de trabalho onde todos se sintam em casa e onde todos sintam que trabalhar na IKEA é mais do que apenas um trabalho.»

.

Benefícios

Deixamos um resumo dos principais benefícios dos colaboradores da IKEA em Portugal:

– o investimento anual em atualizações salariais, prémios de desempenho e outros benefícios ascende aos 8,5 milhões de euros;

– o salário mínimo de entrada na IKEA (retalho) é de 1.000 euros para colaboradores em full-time, superior ao salário mínimo nacional confirmado para 2024 (820 euros);

– o subsídio de alimentação aumentará um euro/ dia face ao ano anterior, complementando aquela que é a oferta atual da IKEA para os seus colaboradores, com um restaurante exclusivo a preços reduzidos;

– medidas de apoio à natalidade como a «Ajuda de Nascimento», para todos os pais biológicos ou adotivos, no valor de 820 euros brutos; e o programa «Passa mais tempo com o teu bebé», que dá a possibilidade de prolongar a licença parental (biológica ou adotiva) por mais dois meses, para além do período regular estabelecido pela Segurança Social, aumenta também o seu apoio mensal para 820 euros brutos por mês;

– sistema de bónus anual para todos os colaboradores, dependendo do desempenho do respetivo país/ unidade;

– «Tack!», uma contribuição adicional para as pensões dos colaboradores elegíveis;

– atualmente, mais de 90% dos colaboradores têm contratos permanentes;

– não existe qualquer disparidade salarial entre homens e mulheres, em funções equivalentes.

.

A IKEA Portugal 

A IKEA entrou em Portugal em 2004 com a abertura da IKEA Alfragide. Tem atualmente cinco lojas no país – Alfragide, Loures, Loulé, Matosinhos e Braga –, uma plataforma de venda on-line, 10 estúdios de planificação – Almada, Cascais, Coimbra, Lagos, Leiria, Lisboa, Seixal, Setúbal, Sintra e Gaia – e vários pontos de recolha de encomendas. No total, em Portugal emprega cerca de 2.800 colaboradores e recebe cerca de 13,8 milhões de visitas anualmente nas lojas físicas e 51,1 milhões on-line (website e app). Marca de origem sueca, disponibiliza artigos para a casa, bem desenhados, sustentáveis e funcionais, a preços acessíveis.