Liderança consciente

Numa sociedade em constante transformação, em que somos bombardeados por um ritmo alucinante de estímulos, ser um líder consciente e atento é um trunfo.

Por Rita Mariño Lourenço

 

Ter a capacidade de analisar a complexidade multidimensional do ambiente e estar atento às demandas dos diferentes stakeholders ao mesmo tempo que se motiva, envolve e cuida a equipa é um desafio constante e muitas vezes desgastante.

O foco tem que começar no líder. O autoconhecimento, a automotivação e as estratégias de autocuidado são requisitos imprescindíveis de quem quer exercer uma liderança consciente.

A liderança consciente é uma viagem que nos aumenta o conhecimento sobre nós à medida que vamos expandido a consciência. Ignorar os desafios deste conhecimento é ser naïve. Um líder consciente reconhece os desafios e aprofunda a relação entre o caminho e o propósito do mesmo.

Um líder consciente é atento e curioso, cultiva essa curiosidade na equipa, escuta ativamente, contempla os pensamentos, as emoções e como é que elas se manifestam no corpo.

É genuíno e íntegro. Inspira-se e inspira, apaixona-se e apaixona, envolve-se e envolve.

Responsabiliza-se e ensina a sua equipa a responsabilizar-se, num ambiente de segurança e crescimento.

Aprecia, valida, reforça. Cria um lugar comum entre desafios, criatividade, inovação e alegria, entre partilhas e transformação. Um ambiente de win to win solutions, em que traz soluções e ajuda a criá-las para um bem comum.

Contribui para um futuro sustentável e de equilíbrio.

Trata-se de uma liderança de pessoas para pessoas.

 

 

»»» Rita Mariño Lourenço (na foto) é diretora geral da Ensinus Estabelecimentos de Ensino Particular (EPET – Escola Profissional de Estudos Técnicos, Externato Álvares Cabral e Externato Marquês de Pombal) e da Escola Profissional Almirante Reis, do Grupo Ensinus.

Centro de preferências de privacidade

Necessários

PHPSESSID, __gads, _ga, _gid, gdpr[allowed_cookies], gdpr[consent_types]

Anúncios

IDE

Analytics

Other