Aluna do IPS é uma das vencedoras da bolsa E-REDES Top Women Scholarship

Ema Barão, estudante do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), é uma das 30 futuras engenheiras reconhecidas com bolsas de mérito pela E-REDES, no âmbito da segunda edição do programa Top Women Scholarship, cujo arranque, já a partir do próximo mês de dezembro, foi assinalado numa cerimónia realizada na passada semana na sede da EDP, em Lisboa, reunindo todas as vencedoras.

O programa, dirigido a estudantes finalistas de 23 cursos de mestrado nas áreas de Engenharia Eletrotécnica e de Informática de norte a sul do país, resulta de um protocolo estabelecido entre a distribuidora elétrica e 11 instituições de ensino superior, tendo como objetivo promover uma maior igualdade de género nas carreiras tecnológicas e no sector energético e simultaneamente captar jovens talentos.

Além de 30 bolsas de mérito no valor de dois mil euros, a iniciativa Top Women Scholarship prevê o acesso a um programa de mentoria, com acompanhamento personalizado de mentores da E-REDES, que vai permitir às selecionadas conhecer melhor o contexto da empresa e as oportunidades profissionais no sector da energia.

A frequentar o mestrado em Engenharia de Software na Escola Superior de Tecnologia de Setúbal (EST Setúbal/ IPS), Ema Barão sente-se «honrada e grata» por figurar neste grupo restrito de mulheres, considerando a distinção da E-REDES como um reconhecimento do seu «compromisso com a excelência académica», além de uma motivação para «continuar a perseguir os objetivos na área da engenharia».

Assinala ainda: «Esta bolsa de mérito vem aliviar o esforço financeiro dos meus estudos, permitindo que me foque mais intensamente na componente académica, e representa também uma oportunidade única de beneficiar de um programa de mentoria, que oferece uma orientação valiosa para o meu desenvolvimento profissional, proporcionando insights práticos e uma importante rede de contatos.»

Ema Barão confessa ainda ter como ambição «contribuir significativamente para o avanço da tecnologia e desempenhar um papel ativo na inovação e no desenvolvimento de soluções que impactem positivamente a sociedade». Relativamente aos desequilíbrios de género existentes no sector tecnológico, acredita que «a diversidade de perspetivas impulsiona a excelência e potencia a inovação», e por isso assume o compromisso de «inspirar outras mulheres a perseguirem carreiras em tecnologia».

Nesta segunda edição do Top Women Scholarship, destaca-se como novidade a iniciativa Empowering You to Change the World, com o objetivo de permitir que as mentorandas tenham uma maior proximidade com o negócio da E-REDES, aliado à criação de uma rede de contactos com mentores e outros stakeholders da empresa.

O programa estende-se até junho de 2024, altura em que as mentorandas receberão o feedback de todo o seu percurso no Top Women Scholarship.