Nova presidente da Accenture em Portugal

Manuela Vaz (na foto) assumiu a 20 de outubro a liderança de todas as indústrias e serviços da consultora Accenture em Portugal, sucedendo a José Gonçalves. Ocupava o cargo de vice-presidente, sendo reconhecida pela capacidade de liderança, pela ampla experiência e pelo conhecimento do mercado e dos serviços. Nos últimos sete anos, liderou o Products Industry Group, que inclui os sectores de retalho, bens de consumo, transportes e indústria, alcançando os mais altos níveis de crescimento na última década, para os quais contribuíram a conquista de clientes estratégicos no nosso país. A par deste percurso, Manuela Vaz tem sido também a líder dos destinos da consultora na cidade do Porto.

A executiva tem mais de 25 anos de experiência profissional em consultoria, tecnologias de informação (TI) e operações, tendo liderado diversos projetos complexos para algumas das maiores organizações em Portugal. Iniciou a sua carreira profissional na Accenture em 1994, como consultora para as indústrias de retalho, bens de consumo e energia, tendo abraçado, anos mais tarde, um projeto pessoal, acabando por regressar em 2007. Licenciada em Engenharia de Sistemas e Informática pela Universidade do Minho, a nova presidente da Accenture em Portugal é também membro do Conselho Geral desta instituição de ensino.

Enquanto presidente da Accenture em Portugal, Manuela Vaz terá a seu cargo o futuro da empresa no nosso país, movida pelo propósito de fazer da Accenture o melhor parceiro para a reinvenção empresarial que as organizações irão enfrentar na próxima década, criando valor 360 graus para todos os stakeholders. Manuela Vaz sucede a José Gonçalves, que após sete anos de presidência ascende a um cargo global, passando a liderar os serviços de sustentabilidade do Resources Industry Group.

Sobre a nomeação, Manuela Vaz afirma: «É com grande satisfação e comprometimento que assumo este desafio e legado. Estou muito entusiasmada por colaborar com todos os nossos profissionais, clientes, parceiros e comunidades, de forma a impulsionar o crescimento e relevância da nossa atividade em Portugal, acelerando a reinvenção dos negócios dos nossos clientes, graças às tecnologias mais inovadoras.»