A escolha de um monitor
O que procurar no caso de utilização longa

A diversidade de monitores no mercado consegue endereçar praticamente todas as necessidades dos consumidores. No entanto, alguns utilizadores passam muito tempo em frente de um ecrã. Os designers gráficos, os programadores, os especialistas financeiros e os trabalhadores de escritório: independentemente do que necessitam para os trabalhos em causa, existem algumas funcionalidades-chave que simplificam todas as tarefas.

Por Mário Andrade

 

A empresa tecnológica MMD, parceira de licenciamento de marca para os monitores da Philips, explica o que se deve procurar num monitor para relaxar o corpo e a mente, e realizar as tarefas mais depressa.

Dores nas costas e no pescoço: para evitar queixas físicas e garantir um maior conforto durante as várias horas que se vai estar à frente do ecrã, antes de comprar o monitor deve procurar-se funcionalidades ergonómicas que promovam uma boa postura.

Um suporte que pode ser ajustado em altura é a melhor opção. Um monitor cuja moldura esteja mais próxima da secretária oferece um maior conforto em termos de leitura, e o facto de a altura poder ser ajustada permite alinhá-lo totalmente com a sua linha de visão.

A Philips SmartErgoBase oferece ainda mais variações: o utilizador pode ajustar a altura, a inclinação e a rotação do monitor para garantir o máximo conforto e evitar problemas físicos no final de cada dia; permite inclusive que o monitor seja colocado quase totalmente em cima da secretária (um ponto positivo, reduz o nível de desorganização provocada pelo cabo e ajuda a criar um espaço de trabalho mais limpo e profissional).

Vista cansada: quem é que nunca sentiu fadiga ocular depois de ter estado em frente a um ecrã durante um longo período de tempo?; o próximo passo que se deve seguir para assegurar um ambiente de trabalho perfeito é reduzir ao máximos os efeitos de cansaço provocados pela má luminosidade e pelas ondas de luz azul potencialmente prejudiciais.

A luz azul pode causar danos nos olhos e afetar a visão ao longo do tempo. A tecnologia Philips SoftBlue trava a emissão de parte desta luz azul diretamente na fonte, alterando o hardware e retendo a cor original. Esta tecnologia contrasta com os métodos habitualmente utilizados que usam filtros que bloqueiam os ecrãs com vidro, tingindo as cores com amarelo. Na melhor das hipóteses, este método prejudica a experiência de visualização; na pior das hipóteses, arruína a imagem. Outra forma de reduzir a onda de luz azul é recorrer ao LowBlue Mode, uma tecnologia de software inteligente.

A Tecnologia Flicker-free regula o brilho e reduz o efeito de cintilação para oferecer uma experiência de visualização mais confortável. Devido ao modo como o brilho é controlado nos ecrãs com retroiluminação LED, alguns utilizadores conseguem detetar a cintilação no ecrã, algo que contribui rapidamente para o aumento da fadiga ocular. A tecnologia Flicker-free utiliza uma nova solução de controlo do brilho que assegura um maior conforto visual. Uma outra funcionalidade que torna a leitura mais confortável é o modo EasyRead, que fornece uma experiência de leitura semelhante à do papel.

Confusão de cabos: cabos a mais e portas a menos para os ligar a todos significam sempre uma grande dor de cabeça para os trabalhadores; mas há funcionalidades podem ajudar.

O USB-C está especialmente orientado para utilizadores com dispositivos do tipo ultra-book. De uma forma simples, este transforma o monitor num hub, aproveitando ao máximo a conectividade limitada e os locais de trabalho flexíveis. O USB-C dá acesso aos periféricos ligados ao monitor, e necessita apenas de um único cabo USB SuperSpeed para transmitir vídeo e áudio, e para se ligar à Internet e à Intranet.

As configurações com múltiplos monitores aumentam a produtividade e permitem a criação simplificada de ambientes multitarefa. O sistema Daisy Chaining simplifica ao máximo as configurações de sistemas. Nesta configuração, os vários ecrãs são ligados uns aos outros a partir de um único cabo DisplayPort.

Webcams inseguras: as câmaras web são uma forma rápida e simples de nos mantermos em contacto com colegas e parceiros em todo o mundo; mas são também um risco: cada webcam é uma janela para a empresa, se for atacada por hackers pode ser usada para criar um ponto de acesso não autorizado (as Pop-up webcams oferecem toda a conveniência por uma fração do risco; a câmara web sai de dentro da estrutura do monitor apenas quando é ativada para reuniões, voltando a recolher quando não está a ser utilizada).

Efeitos ecológicos: cada vez mais pessoas procuram fazer opções ecológicas sempre que adquirem produtos tecnológicos; a compra de monitores com tecnologias amigas do ambiente ajuda a minimizar os níveis de CO2 e de outros efeitos ambientais.

O PowerSensor reduz o consumo energético em até 80% e ajuda a baixar as emissões de CO2 ao detetar se se está ou não em frente do monitor.

O mercúrio é uma das substâncias naturais mais tóxicas que afeta humanos e animais. Importa escolher um ecrã sem mercúrio, como os monitores LED da Philips, para reduzir o impacto ambiental dos seus dispositivos.

Estas funcionalidades do monitor são extremamente importantes para os utilizadores aproveitarem ao máximo os longos períodos de tempo que passam em frente do ecrã.

Centro de preferências de privacidade

Necessários

PHPSESSID, __gads, _ga, _gid, gdpr[allowed_cookies], gdpr[consent_types]

Anúncios

IDE

Analytics

Other