Alexandra Brandão
«Temos por objetivo ser o melhor lugar onde trabalhar.»

O Banco Santander Totta esteve entre as instituições distinguidas na cerimónia dos prémios «Great Place to Work 2017», em Lisboa. A participação na iniciativa deu ao banco a possibilidade de identificar como se posiciona face ao mercado em termos de práticas de gestão de pessoas, segundo a diretora coordenadora de recursos humanos, Alexandra Brandão, que fala de «um indicador particularmente importante que permite conhecer áreas de melhoria e validar as práticas que têm vindo a ser seguidas ao longo dos últimos anos».

Por Mário Andrade

 

Que balanço faz da participação na iniciativa «Great Place to Work Portugal», sobretudo em termos de teste das vossas práticas de recursos humanos?

Participar no «Great Place to Work Portugal» proporcionou-nos a possibilidade de identificar como nos posicionamos face ao mercado em termos de práticas de gestão de pessoas, um indicador particularmente importante que permite conhecer áreas de melhoria e validar as práticas que temos vindo a seguir ao longo dos últimos anos. Costumamos dizer que «o que não se mede não existe»; a monitorização e o seguimento dos vários indicadores fazem parte do nosso ADN, e todos os anos realizamos um questionário de compromisso e seguimos permanentemente os níveis de utilização das medidas de bem-estar que o banco disponibiliza aos seus colaboradores no sentido de melhorar as nossas práticas. O questionário Great Place to Work vem complementar a informação de que dispomos, com a vantagem de nos proporcionar a visão face ao mercado e de validar a valorização dos nossos colaboradores, em que 82% responderam «tendo em conta todos os fatores, diria que trabalho numa ótima organização». Por outro lado, a distinção que nos foi atribuída constitui um motivo de orgulho e satisfação, uma certificação de que estamos no bom caminho e também uma enorme responsabilidade.

Que fatores destaca na estratégia de retenção e atração do talento do banco?

Temos por objetivo ser o melhor lugar onde trabalhar e, consequentemente, um empregador de referência no mercado de trabalho em Portugal, pelas condições de trabalho e desenvolvimento pessoal e profissional que garantimos aos nossos colaboradores. Fomos a primeira empresa em Portugal a obter a certificação de «Empresa Familiarmente Responsável» resultante de um trabalho contínuo desenvolvido ao longo dos últimos anos e que se traduz na criação de novas medidas e condições que visam proporcionar uma melhoria da qualidade de vida aos colaboradores. Queremos ser um excelente banco para colaboradores, clientes, acionistas e sociedade, e contamos com equipas multiculturais em mais de 40 países que participam em projetos globais e partilham as melhores práticas; promovemos o equilíbrio entre a vida pessoal e a vida profissional, participamos em programas de cidadania empresarial que nos aproximam do meio envolvente, contribuindo para o desenvolvimento das comunidades, disponibilizamos uma série de benefícios e serviços para os colaboradores e respetivos familiares, proporcionamos formação contínua aos nossos profissionais… Enfim, diria que temos uma proposta de valor que tem por base  a nossa visão e os nossos valores: simples, próximo e justo.

Como apontam ao futuro em termos de gestão das vossas pessoas?

Num cenário em que o futuro é já hoje, antecipar é a palavra-chave, uma antecipação assente na previsão do que será a banca do futuro e que determina preparar as nossas pessoas para o que aí vem, dotando-as das competências que lhes permitam responder com eficácia às exigências do mercado. Ainda muito recentemente lançámos neste domínio a Escola de Cultura e Digital, um espaço que tem por objetivo apoiar o processo de transformação cultural e digital do banco, garantindo a participação de todos os colaboradores numa abordagem participativa e colaborativa na procura de novas ideias e soluções. Por outro lado, é fundamental dar continuidade ao trabalho que temos vindo a fazer, dando resposta em cada momento às necessidades dos nossos colaboradores no domínio da sua qualidade de vida. Também aqui a visão e a antecipação são determinantes no sentido de perceber e enquadrar as novas necessidades que vão surgindo.

Quais são os vossos principais desafios em termos da gestão das pessoas?

Estamos num processo de transformação cultural que implica o desenvolvimento de ações contínuas, de inovação, de estar atento… Um trabalho de antecipação. Conhecemos o rumo, temos os nossos objetivos bem definidos e diria que os comportamentos base da nossa cultura corporativa constituem os principais vetores de atuação do caminho a seguir: demonstrar respeito, ouvir com atenção, promover a colaboração, cumprir as promessas, falar claramente, promover a mudança e trabalhar com paixão. Conseguir a transversalidade destes comportamentos constitui o principal desafio, e para ele partimos com a confiança de quem sabe que 89% dos colaboradores têm orgulho em trabalhar no Banco Santander Totta, de acordo com os dados do survey interno realizado em 2016.

Importa ainda referir que reforçar o nosso modelo de gestão de pessoas e continuar na vanguarda constitui um desafio apaixonante em que o compromisso de todos é determinante.

 

 

»»» Alexandra Brandão é diretora coordenadora de recursos humanos do Banco Santander Totta. O Banco Santander, com sede em Madrid, opera principalmente na área da banca comercial com atividades complementares em banca global de retalho, cartões, gestão de ativos e seguros. Fundado em 1857, é o maior grupo financeiro em Espanha e na América Latina e possui uma presença significativa na Europa Ocidental e no Reino Unido. Site para Portugal (Banco Santander Totta) aqui.

Centro de preferências de privacidade

Necessários

PHPSESSID, __gads, _ga, _gid, gdpr[allowed_cookies], gdpr[consent_types]

Anúncios

IDE

Analytics

Other